As 7 perguntas mais comuns sobre cozinha pequena

As 7 perguntas mais comuns sobre cozinha pequena

As 7 perguntas mais comuns sobre cozinha pequena

A realidade de uma cozinha pequena faz parte de uma grande maioria das famílias contemporâneas brasileiras, porém, mesmo com espaço limitado o ambiente pode ser o sucesso da casa. Acompanhe o post que vai esclarecer as 7 perguntas mais comuns sobre uma cozinha pequena para não se sentir mais desamparado.

Minha cozinha é pequena, por onde devo começar?

A cozinha pequena pode variar de metragem, sendo mais estreita ou larga, com possibilidade ou não de uma integração com a sala, por exemplo.

Cozinha Pequena

Showroom Dimare Móveis | Projeto Haus | Foto: Daner Vicenzi

Para saber aproveitar ao máximo a medida disponível é preciso prestar atenção a alguns pontos importantes, como: posicionamento dos pontos elétricos, hidráulicos e de gás canalizado, como eles são mais difíceis de deslocar – principalmente se estiver em prédio -, o posicionamento de móveis e eletrodomésticos começará dependendo deles.

Pense em consultar também um bom arquiteto ou designer de interiores, eles saberão indicar modelos de eletrodomésticos que podem ser embutidos, no caso de fogão, microondas, lava-louças e refrigeradores que podem ser maiores ou menores sem perder sua capacidade.

Armários e prateleiras, como planejar?

Após determinar os eletrodomésticos em seus lugares é a hora de pensar na mobília própria: armários e prateleiras para sua cozinha pequena. O mais indicado é optar pelos planejados, assim a funcionalidade será priorizada além do gosto pessoal.

Imagem 02

Casa Silveira | Projeto Haus | Foto: Daner Vicenzi

Há algumas perguntas a se fazer antes de começar a planejar os materiais a serem usados, como: qual será a altura da mesa, bancada e pia? (A altura vai depender do tamanho das pessoas da casa, o padrão é entre 83 cm a 95 cm para pessoas entre 1m60 e 1m70). Como devo priorizar o espaço para circulação? (Cerca de 60cm para uma pessoa e 1m20 para duas pessoas). Devo investir mais em nichos, prateleiras ou armários? (Para definir armazenamento de aparelhos de cozinha e alimentos).

Após tomar essas decisões há alguns materiais que estão sendo mais utilizados no mercado atualmente: alumínio, vidro, laminado, laca e pastilhas. Eles podem misturar-se entre si e criar portas, gavetas, prateleiras, puxadores e nichos variados. O acabamento como textura e cores vai depender do gosto do cliente, falaremos disso mais a frente.

Quais acessórios deixam minha cozinha pequena mais usual?

A funcionalidade de uma cozinha pequena pode ser muito bem aproveitada quando se tem acessórios corretos. Isso por que quando cada coisa tem seu lugar definido e organizado a usabilidade flui e há espaço para tudo.

Imagem 03

Fonte: Google Images

Utilize organizadores de talheres dentro das gavetas; escolha a barra para facas perto do fogão ou em cima de uma bancada; organize pratos e copos em prateleiras abertas; instale ganchos para pendurar panelas e os acessórios mais utilizados (conchas, espumadeiras, peneiras, raladores), assim eles ficam a um alcance mais fácil; invista em porta temperos, além de adicionar mais charme, auxilia na visualização na hora de cozinhar; os nichos abertos também facilitam a organização de eletrodomésticos, tudo o que é mais usado deve ficar sempre ao alcance e em espaços abertos, para o interior de armários priorize a estocagem de alimentos e peças mais delicadas, como taças, porcelanas e prataria.

Sempre use coifas em cozinhas pequenas, principalmente se morar em apartamento, ela impede que a gordura do cozimento grude nos acessórios e utensílios que ficam em espaços abertos, ou que o cheiro vá para demais cômodos.

Existe regra para escolher a cor ideal de uma cozinha pequena?

Não há necessariamente uma cor ideal padrão, o gosto, a personalidade e até os efeitos visuais sempre vão influenciar a decisão e isso muda de pessoa para pessoa.

Imagem 04

Fonte: Google Images

As cores neutras (branco, preto, cinza e tons de bege) são ótimas para cozinhas integradas com a sala, pois não interferem na decoração e quando trabalhadas em tons claros ajudam a ampliar o espaço, por que refletem a luz.

Tons mais quentes como vermelho, laranja e amarelo podem ser usados em apenas uma das paredes ou em portas e gavetas, elas dão mais alegria para o ambiente quando usadas em pontos estratégicos. Já cores frias como verde e azul refrescam o espaço, use em prateleiras, como ponto de cor em papeis de parede ou objetos de decoração.

Moderna, romântica ou rústica? Estilos de cozinha pequena.

Já falamos aqui no blog sobre qual o seu estilo para decoração. Este link pode ajudar a entender as diferentes combinações entre cores, materiais eacessórios que traduzem a personalidade dos moradores de uma casa. A decoração recebe influências de idade, profissão e até o tempo que a pessoa dedica à sua cozinha.

Imagem 05

Casa Lehmkuhl | Projeto Haus | Foto: Mariana Boro

Pessoas modernas costumam optar por acabamentos metálicos, cores para alegrar o ambiente e acessórios high-tech. A decoração rústica relembra cozinhas antigas com muita madeira, papel de parede e flores. Uma cozinha pequena romântica trabalha com cores pasteis, quadros, cadeiras almofadadas e detalhes mínimos como porta- copos e porta-guardanapos, por exemplo.

Bancadas: quais os materias adequados?

As bancadas são muito utilizadas em uma cozinha, para preparar pratos, servir, interagir com convidados, etc. Os materiais mais adequados são os mais fáceis de limpar e manter, como: pedras (granito, quartzo, mármore), aço inox ou corian.

Casa Prado Beltrame| Projeto Haus | Imagem do Projeto

Como inovar em uma cozinha pequena sem esforço?

Se você já possui uma cozinha pequena estruturada e  decorada, mas quer dicas para inovar sem reformar, foque nos detalhes. Pequenas alterações fazem uma grande diferença, sem esforços.

Imagem 07

Casa Rousselet | Projeto Haus | Foto: Daner Vicenzi

Mude os acessórios, coloque adesivo em uma das paredes ou nas portas e gavetas de armários, troque ou acrescente quadros e vasos, substitua mesas e cadeiras, estas pequenas mudanças trazem um ar novo ao ambiente. Visite sempre a seção de decoração de lojas, se uma cozinha for neutra ela troca de cara com essas pequenas mudanças e até da localização de objetos e disposição de organização.

ebook.haus | reforma como viabilizar o processo sem caos

banner

 

Transforme dormitório jovem com a pegada cool do urbano

Transforme dormitório jovem com a pegada cool do urbano

Um Dormitório jovem pode ganhar ares requintados de maneira despretensiosa se a decoração apostar em tons urbanos como o preto e o cinza. Desde os pequenos detalhes em acessórios até uma decoração monocromática, esta tendência é democrática usada para o gosto masculino e feminino.

Dormitorio jovem 01

Acompanhe neste post algumas ideias que podem servir de inspiração para uma reforma ou a composição de um novo quarto.

Detalhes modernos

Os tons urbanos remetem não apenas às cores que mais vemos em uma cidade, mas exalam o ícone da modernidade em um ambiente. Um dos itens que mais ajudam a dar essa cara contemporânea a um espaço são as imagens, que podem aparecer em: quadros, gravuras, pôsteres, pinturas e até papeis de parede.

Dormitório jovem 02

As imagens podem remeter a projetos arquitetônicos de grandes centros urbanos como: Golden Gate Bridge (São Francisco, CA), Museu Niemeyer (Curitiba, PR), Masp (São Paulo, SP), Empire State (Nova York, NY), Sydney Opera House (Sydney, Austrália), London Eye (Londres, Inglaterra), etc. Ou apenas a ilustrações de grandes edifícios de alguma metrópole pelo mundo, o interessante é notar que apenas a alusão da figura já cria um ponto de referência para a harmonia da decoração final. A dica aqui é optar por fotos preto e branco com molduras em tons metálicos.

wall-sticker-black-white-city

Já no caso do papel de parede o interessante é pensar em estampas gráficas ou desenhos abstratos e até mesmo tijolos ou blocos de concreto expostos, embora a opção por cores únicas também caia bem, podendo ser pensada com algum tipo de textura, como a granulada, por exemplo.

papel parede estampado com tons de preto para quarto de casal

Roupas de cama, cortinas, tapetes e estofados também podem ser os coringas para destacar os detalhes modernos e jovens. Há linhas urbanas em muitas marcas de cama, mesa, banho, e até mobília, para saber diferenciar basta prestar atenção nos desenhos (linhas abstratas, grafismos, op art, etc.) e cartelas de cores, que geralmente brincam com tons de cinza dentro de uma escala preta e branca.

Há outras cores como o azul, magenta ou amarelo que também complementam tons modernos como cinza, preto e branco que podem ser usadas em aplicações distintas, por exemplo: um móvel preto com as portas azuis; ou um tapete amarelo cobrindo um piso de cimento queimado ou um piso branco; ou uma mesa branca com os pés em magenta, ou suas cadeiras.

Dormitório jovem 04

Para diferenciar o gênero jovem dos dormitórios pense em formas mais delicadas para mulheres como uma cabeceira mais trabalhada, móveis mais claros e tons escuros em segundo plano e pontos de iluminação e espelhos. Já para o gênero masculino os móveis mais escuros são a preferência, assim como minimalismo em estampas de roupa de cama, e detalhes metálicos em móveis.

dormitório jovem 05

dormitório jovem 06

Decorar de forma sofisticada um dormitório jovem

A decoração feita por profissionais fica diferente daquela feita por nós, não é mesmo? E isso acontece não por que não somos capazes, mas eles enxergam fora da caixinha, mesclando estudo e prática com o conhecimento dos materiais corretos, que combinam entre si e trazem aquilo que nos esforçamos a mostrar para outras pessoas, o nosso estilo. Para ajudar, que tal conhecer um pouco sobre o seu estilo de projeto e decoração?

Acima pincelamos dicas de como os detalhes ajudam a compor um dormitório jovem em tons urbanos, com objetos, cores e imagens que ajudam a criar um ambiente inspirando em ares citadinos. Mas, para que o cômodo incorpore este cenário agregado à personalidade do dono, que tal entender mais como usar as cores preta e cinza de forma requintada sem parecer amador?

Lembre-se que um projeto profissional pode ter um acabamento melhor, criatividade e harmonia, mas se você souber o que deseja combinar, os tons que deseja usar, pode muito bem participar mais no projeto e criar algo muito mais seu e único.

Por se tratar de cores neutras o preto e o cinza são muito fáceis de trabalhar, combinam entre si e com a maioria das cores, principalmente as paletas mais quentes. Porém, para que haja o toque de requinte elas precisam estampar materiais com qualidade, acabamento superior e compor um ambiente mais minimalista, ou seja, nada de excessos.

dormitório jovem 07

O preto cai muito bem em móveis de madeira com acabamento brilhante, bom para cama, criado mudo, mesa de cabeceira ou home-office. Se for optar por pintar as paredes nessa cor a iluminação deve ser bem trabalhada, com pontos de luz estratégicos e uma janela que permita a passagem de luz natural até o fim do dia (poupa energia e cria um ar mais aconchegante). Para quartos masculinos esta cor fica muito mais presente, incluindo a roupa de cama, o tapete, e se não a parede, o piso. A saída para um piso escuro é ebanizar (pintar de preto) um bom material para revestimento, como o assoalho ou taco de madeira, que mesmo sendo escuro reflete a luz e tem manutenção e limpeza fáceis. Para dar o ar de requinte lembre do minimalismo, o menos é mais, se as paredes ou o piso forem em preto, os demais itens devem ser em cinza ou cores mais claras.

dormitório jovem 08

Já o cinza é a cor de destaque na decoração desde o ano passado, muitos designers a elegem como o destaque principal e usam uma paleta secundária para compor o dormitório. As paredes podem ganhar uma cor cinza mais clara, enquanto estofados podem ir para o grafite. Tons de azul combinam perfeitamente com móveis nesta cor, (já falamos aqui em como escolher a cor para ambientes internos, que tal relembrar?) assim como o vermelho ou pink em detalhes pequenos conseguem trazer vida ao cômodo, sem deixar o entorno exagerado. Para o piso ou teto a cor do cimento traz o urbanismo muito forte para a decoração, assim como paredes em cimento queimado ou tapetes e carpetes em tons mais escuros. Para entender melhor estas aplicações basta reparar nas imagens selecionadas.

dormitório jovem 09

Se você quiser um projeto bacana, jovem e contemporâneo como esses venha tomar um café conosco e avaliar as possibilidades, ou ainda se você vai reformar o seu dormitório, faça o download do nosso ebook e evite o caos na sua reforma.

ebook.haus | reforma como viabilizar o processo sem caos

banner

Composições com Marsala na decoração. A cor de 2015 um tom cheio de charme.

Composições com Marsala na decoração. A cor de 2015 um tom cheio de charme.

Composições com Marsala na decoração. A cor de 2015!

O Marsala na decoração estará em alta como cor de 2015, o tom de vinho foi eleito pela Pantone por ter características como: estilo, conforto, calor e sofisticação. A escolha da cor auxilia as criações em departamentos como o vestuário, cosmético e decorativo.

Marsala 2015 01

Para não ficar de fora desta tendência e saber compor combinações corretas em sua casa ou escritório acompanhe este post com dicas simples e fáceis de seguir.

Marsala nos detalhes

O vinho é uma cor considerada próxima aos tons terrosos, por isso é algo forte e que deve ter um cuidado para incorporá-la na decoração. O ideal é que ela esteja presente em detalhes ou em determinados pontos do ambiente, para não interferir na harmonia da combinação.

Marsala 2015 02

Sendo uma cor forte ela vai muito bem com outras neutras como: branco, preto, off-white, bege, cinza ou marrom. Aqui para os detalhes podemos exemplificar com: almofadas, mantas de sofá, tapetes, pufes, velas, vasos, pequenos adereços, cortinas, estofado de cadeiras, etc.

Uma parede pintada inteira com essa cor faz do Marsala na decoração algo muito mais acolhedor. Porém, se for muito para você pinte apenas uma faixa, ou use um papel de parede que tenha essa cor em sua constituição e até mesmo um quadro.

Marsala 2015 03

Todos os cômodos podem adaptar sua decoração para o Marsala, principalmente aqueles em que se pode brincar com outras texturas, como a sala e o quarto com roupa de cama, estofados e tapetes; ou a cozinha e sala de jantar com eletrodomésticos e acessórios em metal, que quando recebem esse tom deixam o ambiente ainda mais sofisticado.

Cor única ou com contrastes?

O Marsala na decoração pode ter duas opções: ser usado como cor principal, ou contrastando com demais cores do ambiente. E isso tanto em algo mais informal como em sua residência, ou como em ambientes formais como escritórios, clínicas ou locais públicos.

Marsala 2015 04

A melhor forma para não errar é consultando uma paleta de cores com um bom decorador, (mesmo que você não faça com um profissional, qualquer loja de tintas ou de tecidos dispõe de uma paleta assim). Veja os objetos que você já dispõe e as cores predominantes neles, e coloque perto de algo no tom bordô do Marsala (no caso de uma redecoração ou reforma), e se for começar do zero pergunte os melhores tons de móveis e acabamentos para combinar.

Algumas combinações, como o branco e tons de madeira mais claros acabam ganhando maior relevância em um ambiente onde o Marsala predomina. Até mesmo as composições mais descoladas, como piso com cimento queimado, ganham uma cara mais contemporânea.

Marsala 2015 05

Uma dica para quem quiser fazer algo em um quarto de casal é a mistura com flores, principalmente em estampa liberty em que os desenhos são menores e mais delicados. O toque fica romântico, porém, aconchegante e não briga com demais cores. As cores da estampa de flor que combinam bem são: azul-claro, laranja e amarelo.

Marsala em estampas

Se você gostou da ideia de usar a cor, mas não quer que ela surja sóbria em algum destaque ou contraste, opte por usá-la em estampas. Além da florida, como citada acima, podemos encontrá-la em desenhos étnicos, quadriculados ou em zelliges (desenhos que lembram mandalas).

Marsala 2015 06

Esses detalhes ganham destaques em cozinhas, sacadas, varandas e banheiros, pois podem aparecer nos acabamentos, seja em azulejos, papeis de parede ou mesmo pintadas.

Procure compor próximo a móveis de madeira, ou vime. No banheiro a combinação de zellige com vidro fica bem clássica, ou na cozinha a estampa étnica com metais cria um espaço moderno.

O ideal é aprender que o Marsala na decoração é algo que pode ser inserido em qualquer ambiente, contanto que você encontre um ponto em comum com o estilo de sua casa. Para saber mais sobre as cores, confira o post que fizemos sobre como escolher cores para ambientes internos.

ebook.haus | reforma como viabilizar o processo sem caos

banner

 

Modelos de Bancadas para Lavabos, qual a ideal para o seu ambiente?

Modelos de Bancadas para Lavabos, qual a ideal para o seu ambiente?

As bancadas para lavabos têm um forte potencial decorativo, basta saber escolher os modelos que mais combinam com os ambientes para criar algo único e equilibrado.

Modelos de Bancadas para Lavabos, qual a ideal para o seu ambiente?

01

Fonte: Google Imagens



Há algumas dicas básicas que sugerimos aqui para definir a escolha de uma bancada, claro que com a ajuda de um profissional de arquitetura ou designer de interiores isso se torna mais fácil. Porém, ter alguma noção da escolha colabora muito na hora da decisão final, principalmente, para conseguir imprimir seus desejos ao projeto.

Modelos de bancadas para lavabos: com ou sem cuba?

O primeiro passo está na metragem do espaço disponível para a colocação das bancadas para lavabos. A funcionalidade deve ser preservada em áreas pequenas e o conforto privilegiado em áreas maiores. Observe o abrir e fechar de portas, a posição do espelho e demais acessórios, tudo para que seja fácil a instalação, manutenção e harmonia da peça.

02

Fonte: Google Imagens

 

J040LB1V04A

Casa Ferreira | Projeto Haus | São José

Há duas formas de se encomendar a bancada para lavabos, a primeira é pedindo uma peça sob medida ou tentando encontrar algo que se encaixe na cuba já existente – em caso de reformas, por exemplo. A segunda é comprar a bancada com a cuba já inclusa.

Não há como dizer qual seria a melhor opção, pois isso dependerá da necessidade de cada lavabo, do orçamento e do projeto. Encontrar uma bancada com uma cuba perfeita (seja ela côncava ou convexa) poupa o trabalho de pedir algo sob medida, ou encontrar algo com medidas semelhantes. Porém, caso no futuro seja necessária a troca da bancada, a peça inteira necessitará ser removida. É algo a se levar em consideração antes da finalização do projeto.

Materiais para as bancadas de lavabo

As bancadas para lavabos não precisam seguir a tendência de serem apenas de pedra (como mármore, granito ou quartzo), há muitos outros materiais disponíveis no mercado que permitem inúmeras possibilidades de criações, como: madeira, acrílico, vidro e até cimento queimado.

03

Fonte: Google Imagens

Para definir o material é importante saber outros detalhes como a cor da parede e do vaso sanitário, o tipo de azulejo e piso e tipo de metais de acessórios – como puxadores de porta, gaveta e os porta-toalhas. Essas observações auxiliam na definição das nuances de pedras e madeiras, por exemplo.

06

Casa Koerich | Projetos Haus | São José

Quem optar por fazer em pedra, na maioria das vezes, necessita comprar a peça inteira e então mandar fazer a bancada sob medida, além de incorporar uma cuba – esta opção é também a mais pesada em um orçamento dependendo do tamanho da peça e dos serviços contratados. Já os demais materiais podem ser encontrados em casas de construção e decoração em diversos modelos, medidas e preços.

05

Fonte: Google Imagens

A dica é visitar estes locais e ver de perto as cores e texturas, perguntar sobre a impermeabilidade nas bancadas de madeira (o uso de verniz marítimo garante maior vedação), garantia contra rachaduras nos modelos de vidro ou acrílico e detalhes da manutenção, informações extremamente relevantes para fechar sua compra.

A opção do cimento queimado é algo nem tão caro como a pedra e nem tão barato como o vidro, porém, imprime uma aparência mais rústica e é de grande durabilidade. Combina com a maioria das cubas em porcelanato, vidro ou metal e pode ser uma boa opção para espaços com medidas limitadas, ou para projetos mais criativos.

Combinando cores

Após definir as bancadas para lavabos com o modelo da cuba, as medidas e a escolha do material é hora de determinar a harmonia de cores.

Lavabo A 02

Casa Capistrano | Projetos Haus | Campeche Florianópolis

Cores claras como pedras de granito, silestone, corian, porcelanato, vidros transparentes ou madeiras em tons mais suaves são consideradas neutras, por isso combinam com variações alegres e quentes. Para um lavabo mais sóbrio e sério (caso de alguns escritórios ou consultórios) use cores como preto, cinza ou o off-white.

Outra opção bastante usada com tons claros ou escuros é justamente o contraste, se a bancada é clara o acabamento e paredes têm cores escuras, e vice-versa. Isso traz um pouco de modernidade para o espaço e não dá abertura para erros.

051

Fonte: Google Imagens

Já se o intuito for utilizar as bancadas para lavabos para alegrar o ambiente o acabamento com pastilhas e ladrilhos hidráulicos coloridos cai bem na parede próxima, ou até formando um desenho na bancada, se o seu material for de concreto ou cimento queimado.

Quando a opção da bancada for a madeira os tons de marrom acompanham muito bem as cores amareladas, principalmente o bege. Para quem quiser inovar e trazer algo mais suave à tona os tons de verde pastel são uma alternativa.

06

Fonte: Google Imagens

Estas dicas devem ajudar no passo inicial do projeto de um lavabo novo e harmonioso. Procure sempre conversar com os profissionais que te atendem e troque ideias com seu arquiteto ou decorador, o projeto sempre sairá do seu gosto quando as duas partes envolvidas se compreendem.

ebook.haus | reforma como viabilizar o processo sem caos

banner

 

 

Ladrilho hidráulico, o retorno de uma peça tão histórica

Ladrilho hidráulico, o retorno de uma peça tão histórica

Tanto na arte como na natureza, tudo se recicla. Em termos estéticos muitos acessórios, cores e revestimentos costumam ficar em baixa por uns tempos, e reaparecer repaginados anos depois, como é o caso do ladrilho hidráulico. O nome pode parecer um pouco estranho, mas só de olhar para qualquer foto o reconhecimento é imediato, seja numa calçada pavimentada, na casa de sua avó, ou como tendência mais nova em feiras de decoração.

Ladrilho hidráulico, o retorno de uma peça tão histórica.

ladrilho hidraulico 01

Fonte: Google Imagens

Ladrilhos são comumente feitos de barro cozido e empregados como pavimentos em calçadas, bastante usados entre os anos 30 e 40. Porém, o ladrilho hidráulico é peculiar em sua composição: pó de pedra, areia fina, cimento branco e quartzo, sua fabricação exige que ele fique em processo de cura dentro de um tanque de água por até oito horas, por isso seu nome. E ele é mais sustentável que demais revestimentos por não precisar ir ao forno, evitando a emissão de gases.

Principais aplicações do Ladrilho Hidráulico

Os ladrilhos hidráulicos podem ser usados tanto interno, como externamente. Quando dentro de casa ou escritório ele costuma aparecer em cozinhas, banheiros, lavabos ou copas. Sua principal aplicação nesses espaços é bastante decorativa, aparecendo em rodapés, enfeitando faixas de pisos e paredes e criando os mais variados desenhos para combinar com o estilo aplicado deste o rústico até os desenhos mais contemporâneos. 

ladrilho hidraulico 02

Fonte: Google Imagens

Geralmente os ladrilhos internos são mais lisos por terem uma aplicação de resina protetora, o que garante a integridade dos desenhos feitos à mão (a maioria é sob encomenda por esse motivo), por isso, podem servir como pisos e azulejos também. Essa resina vem acompanhada da fábrica, com as devidas instruções de uso e aplicação.

Já para ambientes externos, como muitos de nós conhece de calçadas e garagens, há sua versão chamada: ladrilhos hidráulicos de passagem. Eles não levam a resina protetora, para não ficarem escorregadios eles recebem sulcos em sua moldagem. Quantos aos desenhos, é mais comum que ele sejam tingidos (recém até 30 tons de cinco cores distintas) e formem mosaicos na aplicação externa.

Como usar os ladrilhos artesanais na decoração

O principal diferencial do uso de ladrilhos hidráulicos na decoração está em sua exclusividade. Como a estampa e desenhos são feitos de forma artesanal, se você pedir um desenho personalizado, ninguém mais terá algo igual.

Com a espessura de 2cm a 3cm eles revestem pisos e paredes tão bem quanto pisos e azulejos padrões, quando instalados de forma correta e com o rejunto próprio são tão duráveis quanto os demais revestimentos.

ladrilho hidraulico 03

Fonte: Google Imagens

Aplicações de ladrilho hidráulico

Artesanaius ou industriais a aplicação dos ladrilhos pode ser feita até me móveis, como alguns que recebiam mosaicos antigamente quando se quebravam revestimentos antigos. Outra forma de decorar com exclusividade. Já os desenhos são bem da escolha do freguês, para ladrilhos externos de passagem o ideal é usar apenas uma cor e compor desenhos alternando-os, ou usar duas cores com forma geométricas distintas

ladrilho hidraulico 04

Fonte: Google Imagens

Mandalas, desenhos mais rebuscados e arabescos podem entrar em seu banheiro ou copa, assim como frutas e flores enfeitam as cozinhas. Uma tendência tem sido o uso de desenhos diferentes lado a lado formando uma espécie de patchwork, que fica diferente e despojado, experimente fazer algo na parede de sua sala de jantar ou de estar.

ladrilho hidraulico 05

Fonte: Google Imagens

Como cada desenho ou estampa exige um molde diferente, e quando for personalizado esse molde precisa ser criado, o custo de sua produção não fica barato. Quanto mais exclusiva for a peça, mais cara ela será, variando de R$40,00 até R$300,00 o metro quadrado. Nesses casos, se for muito para o bolso, indicamos que se faça uma faixa ou o rodapé personalizado. Na grande Florianópolis os ladrilhos e suas variedades podem ser encontrados na loja Decori Revestimentos Louças e Metais

ladrilho hidraulico 06

Fonte: Google Imagens

E ainda para aqueles que querem testar se ficaria bacana colocar em sua casa, há ao adesivos de parede que imitam esses ladrilhos, custam menos e duram menos, porém, ajudam a enfeitar e a decidir se um futuro investimento poderá valer à pena. Na Haus utilizamos o ladrilho hidráulico industrial na casa jz localizada na praia do Campeche.

ebook.haus | reforma como viabilizar o processo sem caos

banner

 

Decorações descoladas, o clima de natal chegou.

Decorações descoladas, o clima de natal chegou.

O clima de natal chegou, mas para sair da mesmice que tal pensar em decorações descoladas? O fim do ano é uma das épocas mais festivas, o que inclui também uma mudança na decoração da casa por, pelo menos, um mês.

Decorações descoladas, o clima de natal chegou.

decoração de natal 01

Para te ajudar a se destacar neste fim de ano, fizemos uma seleção de dicas e imagens que são fáceis de copiar e se inspirar.

Fuja do usual nas decorações descoladas

O segredo para ganhar a atenção dos familiares e convidados é mostrar algo na decoração natalina que fuja do óbvio. Por isso, por mais que usar as cores verde e vermelha em enfeites e artigos seja mais fácil, tente investir nelas de formas mais inusitadas, como uma decoração mais natural e sustentável.

decorations-accessories-captivating-designs-inspirations-for-pictures-of-mantels-decorated-for-christmas-using-green-plants-and-a-green-wreath-also-with-colorful-flowers-and-cylinder-white-cand-945x1174

O verde pode ser encontrado na natureza em várias tonalidades, basta escolher plantas com arranjos diferentes para compor um enfeite de mesa, por exemplo. Sem contar que após o natal ela ainda estará presente em sua casa, podendo ser movida para outro lugar e recriar outra decoração.

Para ajudar a produzir um clima festivo misture as plantas com flores em tonalidades rosa e vermelha (petúnia híbrida, gerânio, lírio-sagu-salmão conhecida como estrela de natal), use os arranjos mais próximos aos dias da ceia e das festas para garantir um charme maior, caso opte por colocá-las em vasos fica mais fácil que dure o mês.

decoração de natal 03

Capriche também na iluminação, ao invés de velas comuns e candelabros, invista em velas com formatos diferenciados, acessórios mais descontraídos e até em luminárias de chão, próximas a sofás, poltronas, mesas e cadeiras.

Diferencie na árvore de natal com decorações descoladas

Uma bela árvore de natal deve sempre estar presente na decoração de fim de ano, mas para que ela seja mais descolada seu projeto deve ser surpreendente.

O pinheiro natural só é aconselhado para quem tem espaço para replantá-lo depois, o mais indicado mesmo é o uso das árvores artificiais ou outros modos mais criativos de sugerir a presença dela. Muitas pessoas usam outros materiais para compor o formato de uma árvore, como materiais recicláveis, luzes, uma pintura na parede, outros tipos de plantas, tecidos, móbiles, galhos secos e até mesmo estruturas de metal, tudo dependerá do estilo que você deseja imprimir para seu lar, seja ele rústico, criativo, romântico ou clássico com uma pegada mais naturalista.

decoração natal 04

Já para quem quer manter a árvore artificial, mas quer  decorações descoladas de natal, pode pensar em enfeites não muito usuais. As bolas que representam os frutos dessa época podem ser feitas de pano (tipo patchwork), papel reciclado, jornal, plástico reaproveitado ou até madeira.

decoração de natal05

Há ainda a ideia de colocar fotos de momentos especiais vividos durante o ano que merecem um destaque maior fazendo parte da árvore, o que entretém os convidados.

Enfeites decorativos certeiros

A guirlanda é um dos símbolos de natal mais simples que existem, mas que quando usada faz uma bela diferença. A melhor parte é que existem no mercado diversas opções de materiais que podem compor sua guirlanda, como tecido, origami, papel colorido, papelão, metal e até folhas e flores secas.

decoração de natal 06

Evite o uso de enfeites que lembrem neve ou o natal do hemisfério norte, por mais que seja algo forte presente nas decorações, vivemos em um país tropical em que o natal acontece no verão. O ideal é ser um pouco mais coerente com o ambiente em que se vive.

O pisca-pisca pode ser usado em portas, janelas e em vigas ou pilastras para dar um brilho a mais para sua festa. Porém, diferente da árvore, é indicado que se escolha apenas uma cor para as luzes, para ajudar a destacar a decoração, não ofuscá-la.

O presépio deve ser usado por aqueles que têm isso presente em sua religião ou crença, ele deve ser colocado próximo à árvore, ou em algum local que fique no campo de visão dos convidados. Não o use se não acredita nessa história.

O uso de vasos de vidro em cima de mesas de canto, de corredor ou de centro é sempre bem vindo. Preencha seu interior com bolas de natal, pinhas, ou velas coloridas que lembrem a época do ano, melhor ainda se tiverem um leve perfume.

decoração de natal 07

Para ajudar na harmonia, baseie a decoração com uma ou duas cores, as coisas mais simples são as mais sofisticadas e certeiras, mas sempre pensando de forma mais criativa para destacar-se. Cores usadas no natal são: azul e prata, vermelho e dourado, verde e dourado, verde e vermelho, branco e prata ou branco e dourado.

Acessórios da casa

Mudar as almofadas, as cortinas, toalhas de mesa e tapetes também pode fazer uma boa diferença em sua decoração. Estes acessórios não precisam ser necessariamente estampados ou típicos, mas podem auxiliar como pano de fundo em cores e efeitos para fechar sua decoração com estilo. Por exemplo, se a decoração for azul e prata, as almofadas podem ter diferentes tons de azul, as cortinas podem ser off-white ou marfim e vasos e acessórios de mesa podem ser prateados com efeitos como fosco, liso ou jateados.

decoração de natal 08

O principal propósito das festas de fim de ano é acolher a família, trazer conforto para a reunião com entes queridos, e essa deve ser a proposta a ser trabalhada na decoração.

ebook.haus | reforma como viabilizar o processo sem caos

banner

 

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE