As 7 perguntas mais comuns sobre cozinha pequena

As 7 perguntas mais comuns sobre cozinha pequena

As 7 perguntas mais comuns sobre cozinha pequena

A realidade de uma cozinha pequena faz parte de uma grande maioria das famílias contemporâneas brasileiras, porém, mesmo com espaço limitado o ambiente pode ser o sucesso da casa. Acompanhe o post que vai esclarecer as 7 perguntas mais comuns sobre uma cozinha pequena para não se sentir mais desamparado.

Minha cozinha é pequena, por onde devo começar?

A cozinha pequena pode variar de metragem, sendo mais estreita ou larga, com possibilidade ou não de uma integração com a sala, por exemplo.

Cozinha Pequena

Showroom Dimare Móveis | Projeto Haus | Foto: Daner Vicenzi

Para saber aproveitar ao máximo a medida disponível é preciso prestar atenção a alguns pontos importantes, como: posicionamento dos pontos elétricos, hidráulicos e de gás canalizado, como eles são mais difíceis de deslocar – principalmente se estiver em prédio -, o posicionamento de móveis e eletrodomésticos começará dependendo deles.

Pense em consultar também um bom arquiteto ou designer de interiores, eles saberão indicar modelos de eletrodomésticos que podem ser embutidos, no caso de fogão, microondas, lava-louças e refrigeradores que podem ser maiores ou menores sem perder sua capacidade.

Armários e prateleiras, como planejar?

Após determinar os eletrodomésticos em seus lugares é a hora de pensar na mobília própria: armários e prateleiras para sua cozinha pequena. O mais indicado é optar pelos planejados, assim a funcionalidade será priorizada além do gosto pessoal.

Imagem 02

Casa Silveira | Projeto Haus | Foto: Daner Vicenzi

Há algumas perguntas a se fazer antes de começar a planejar os materiais a serem usados, como: qual será a altura da mesa, bancada e pia? (A altura vai depender do tamanho das pessoas da casa, o padrão é entre 83 cm a 95 cm para pessoas entre 1m60 e 1m70). Como devo priorizar o espaço para circulação? (Cerca de 60cm para uma pessoa e 1m20 para duas pessoas). Devo investir mais em nichos, prateleiras ou armários? (Para definir armazenamento de aparelhos de cozinha e alimentos).

Após tomar essas decisões há alguns materiais que estão sendo mais utilizados no mercado atualmente: alumínio, vidro, laminado, laca e pastilhas. Eles podem misturar-se entre si e criar portas, gavetas, prateleiras, puxadores e nichos variados. O acabamento como textura e cores vai depender do gosto do cliente, falaremos disso mais a frente.

Quais acessórios deixam minha cozinha pequena mais usual?

A funcionalidade de uma cozinha pequena pode ser muito bem aproveitada quando se tem acessórios corretos. Isso por que quando cada coisa tem seu lugar definido e organizado a usabilidade flui e há espaço para tudo.

Imagem 03

Fonte: Google Images

Utilize organizadores de talheres dentro das gavetas; escolha a barra para facas perto do fogão ou em cima de uma bancada; organize pratos e copos em prateleiras abertas; instale ganchos para pendurar panelas e os acessórios mais utilizados (conchas, espumadeiras, peneiras, raladores), assim eles ficam a um alcance mais fácil; invista em porta temperos, além de adicionar mais charme, auxilia na visualização na hora de cozinhar; os nichos abertos também facilitam a organização de eletrodomésticos, tudo o que é mais usado deve ficar sempre ao alcance e em espaços abertos, para o interior de armários priorize a estocagem de alimentos e peças mais delicadas, como taças, porcelanas e prataria.

Sempre use coifas em cozinhas pequenas, principalmente se morar em apartamento, ela impede que a gordura do cozimento grude nos acessórios e utensílios que ficam em espaços abertos, ou que o cheiro vá para demais cômodos.

Existe regra para escolher a cor ideal de uma cozinha pequena?

Não há necessariamente uma cor ideal padrão, o gosto, a personalidade e até os efeitos visuais sempre vão influenciar a decisão e isso muda de pessoa para pessoa.

Imagem 04

Fonte: Google Images

As cores neutras (branco, preto, cinza e tons de bege) são ótimas para cozinhas integradas com a sala, pois não interferem na decoração e quando trabalhadas em tons claros ajudam a ampliar o espaço, por que refletem a luz.

Tons mais quentes como vermelho, laranja e amarelo podem ser usados em apenas uma das paredes ou em portas e gavetas, elas dão mais alegria para o ambiente quando usadas em pontos estratégicos. Já cores frias como verde e azul refrescam o espaço, use em prateleiras, como ponto de cor em papeis de parede ou objetos de decoração.

Moderna, romântica ou rústica? Estilos de cozinha pequena.

Já falamos aqui no blog sobre qual o seu estilo para decoração. Este link pode ajudar a entender as diferentes combinações entre cores, materiais eacessórios que traduzem a personalidade dos moradores de uma casa. A decoração recebe influências de idade, profissão e até o tempo que a pessoa dedica à sua cozinha.

Imagem 05

Casa Lehmkuhl | Projeto Haus | Foto: Mariana Boro

Pessoas modernas costumam optar por acabamentos metálicos, cores para alegrar o ambiente e acessórios high-tech. A decoração rústica relembra cozinhas antigas com muita madeira, papel de parede e flores. Uma cozinha pequena romântica trabalha com cores pasteis, quadros, cadeiras almofadadas e detalhes mínimos como porta- copos e porta-guardanapos, por exemplo.

Bancadas: quais os materias adequados?

As bancadas são muito utilizadas em uma cozinha, para preparar pratos, servir, interagir com convidados, etc. Os materiais mais adequados são os mais fáceis de limpar e manter, como: pedras (granito, quartzo, mármore), aço inox ou corian.

Casa Prado Beltrame| Projeto Haus | Imagem do Projeto

Como inovar em uma cozinha pequena sem esforço?

Se você já possui uma cozinha pequena estruturada e  decorada, mas quer dicas para inovar sem reformar, foque nos detalhes. Pequenas alterações fazem uma grande diferença, sem esforços.

Imagem 07

Casa Rousselet | Projeto Haus | Foto: Daner Vicenzi

Mude os acessórios, coloque adesivo em uma das paredes ou nas portas e gavetas de armários, troque ou acrescente quadros e vasos, substitua mesas e cadeiras, estas pequenas mudanças trazem um ar novo ao ambiente. Visite sempre a seção de decoração de lojas, se uma cozinha for neutra ela troca de cara com essas pequenas mudanças e até da localização de objetos e disposição de organização.

ebook.haus | reforma como viabilizar o processo sem caos

banner

 

Modelo de Cortina, fazendo a diferença na decoração.

Modelo de Cortina, fazendo a diferença na decoração.

Antigamente a maioria das casas possuia algum modelo de cortina, principalmente nas salas e nos quartos. Era uma forma de deixar os ambientes mais bonitos e protegê-los da luz do sol, ou dar maior privacidade aos moradores. Com a modernidade, as cortinas foram sendo deixadas de lado em troca da praticidade e do preço de persianas. Mas nada impede de um projeto de interiores use artifico das cortinas na decoração, e como complemento de um projeto. Modernas, clássicas ou minimalistas e simples, o modelo de cortina ideal pode estar nesta nossa dica.

Modelo de Cortina, fazendo a diferença na decoração.

modelo de cortina 01

A ideia de utilizar um modelo de cortina específico é de trazer maior elegância e sofisticação para sua decoração, com toda certeza a escolha dos materiais mais apropriados, dos tipos de tecido ideiais. Elas decoram espaços, ajudam a dar efeitos de luz, de leveza, de modernidade e podem ser trocadas conforme as estações, versatilidade é o que mais tefine as cortinas, das mais ousadas às mais simples.

Cortinas certeiras para os ambientes

Para determinar o estilo de cortina, tipo de tecido e tamanho dela é necessário ter em mãos as medidas da janela e do cômodo. Assim como informações de horários em que há mais luz do sol, ou movimentação na rua, caso seja casa ou um apartamento em andares mais baixos. Elas podem trazer ao ambiente privacidade, escuridão e ainda dar aquele charme ao projeto de interiores.

modelo cortina 02

Há diferentes intuitos para escolher as cortinas: controlar a luz, dar um upgrade na decoração ou criar um clima mais caseiro e romântico para a casa. Se você optar por controlar a luz, os tecidos mais grossos são mais indicados, como o veludo ou a camurça ou ainda a utilização de forros mais pesados por tras de um tecido mais leve pela frente. Caso queira um ambiente totalmente isento de luz solar, para ver televisão ou criar um clima de cinema, pode optar pelo forro Black out. Atente para o fato que cortinas de tecido mais encorpado acompanham decoração mais clássica e rústica, portanto escolha cores mais neutras e sem estampas. Se a intenção for ousar, e ter na cortina como um elemento de destaque e focal do ambiente aposte em uma cor presente na decoração e aplique na cortina ou no xale lateral. Estampas, florais e listras também complementam muito bem, cabe adequar o modelo de cortina ideal para o modelo de tecido escolhido.

modelo de cortina 03

Já se o intuito é trazer mais conforto e ter certo controle sobre a luz exterior os tecidos mais leves com forros são mais indicados. Aqui estampas pequenas são aceitas, assim como detalhes em rendas e trabalhos manuais, principalmente para quartos de casais. Se a sala for receber essa cortina, o estilo pode ser mais moderno usando cores mais claras ou mesclas com tecidos diferentes (algodão, linho, renda, crochê), em especial na barra. Barras ou bainhas altas trazem ao ambiente ainda mais sofisticação, elas demarcam e reforçam a importancia da cortina no ambiente.

Caso sua escolha seja uma decoração romântica para relembrar a casa de campo de sua família, use e abuse de tecidos com estampas florais e em cores claras. Combine com almofadas e tapetes, e eleja tons pasteis, daí não terá erro. Uma composição romântica para os apaixonados por esse estilo não tem erro. Inclusive já falamos aqui como saber qual o seu estilo.

modelo de cortina 04

casa termas do tabuleiro – projeto de interiores e decoração Haus.

Cortinas na cozinha

O uso de cortinas nas cozinhas pode ser um pouco mais descontraído, com janelas menores o comprimento delas pode ser mais curto, fuja de tecidos com temas e estampas combinando com comidas e utensílios domésticos. Prefira um elemento mais neutro e que conduza ao ambiente neutralizade, os temas de cozinhas podem deixar o ambiente carregado com muitas informações. Não são todos que optam por cortinas na cozinha, pois elas podem pegar cheiro de alimentos e gordura, mas há materiais fáceis de limpar e manter, que são misturados com plástico, similar ao usado em banheiros. Para as cozinhas na hora do planejamento é essencial prever como funcionará a cortina. Por isso planejar a sua cozinha é muito importante como já conversamos anteriormente.

 Que tipo de pregas minha cortina deve ter?

Para os desavisados ou desentendidos as cortinas dão efeitos diferentes dependendo do tipo de prega usada em sua confecção. As pregas são acabamentos na parte superior do tecido, que mostram o efeito ao longo da cortina trazendo maior requinte decorativo.

Veja os principais:

– Prega americana: são dobras triplas na costura. Cortinas com elas são mais clássicas, com maior volume e um franzido reto.

modelo de cortina 05

– Prega fêmea: são dobras duplas, com sentido oposto. Cortinas com esse acabamento na costura trazem volume na parte de fora com ondulações mais comportadas.

modelo de cortina 07

– Prega paulista: dobras intercaladas no sentido externo e interno. Aqui o volume da cortina fica mais evidente na parte superior, com efeito mais liso até a barra.

– Prega macho: duas dobras que ficam juntas na parte interna, contrária ao cós. Esse efeito dá volume com ondulações na cortina inteira, indicado para tecidos mais leves que queiram ter maior destaque.

modelo cortina 08

office haus – local das nossas ideias.

Para estilos mais clássicos as pregas americanas e fêmea são mais utilizadas. A prega paulista fica melhor em um estilo mais contemporâneo, e a prega macho é usada para dar maior destaque para a cortina por ser volumosa, ela pode ser o centro em uma decoração minimalista e monocromática.

O universo dos tecidos e cortinas permite uma gama infinita de combinações, das mais neutras, às tematicas, e as ousadas e distintas. Possibilidades certamente não irão faltar para deixar o seu ambiente ainda mais completo.  Não esqueça de solicitar e discutir sobre com o seu arquiteto ou designer de interiores. A boa decisão e escolha dos modelos de pregas, barras, tecidos e trilhos é fundamental para um efeito certeiro em seu ambiente.

Seu ambiente ficou ainda mais requintado com as nossas dicas sobre modelo de cortina? Compartilhe com a gente a sua experiência!

Deseja conhecer mais sobre a Haus? Baixe a Nossa Apresentação!

ebook.haus | reforma como viabilizar o processo sem caos

banner

Cozinhas pequenas, como planejar a sua com sucesso

Cozinhas pequenas, como planejar a sua com sucesso

As cozinhas pequenas são a realidade atualmente devido ao crescimento dos centros urbanos e aumento de população nos grandes centros. Mas, isso não deve ser um obstáculo em sua vida, pelo contrário, com planejamento correto pode-se tornar os espaços mais aproveitados e transformar este espaço em um dos locais mais legais, atraentes e confortáveis da casa.

Se você está à procura de dicas e ideias para um bom planejamento e se encaixa nesse perfil, então acompanhe este post e monte a cozinha dos seus sonhos.

Cozinhas pequenas, como planejar a sua com sucesso

Planejamento inicial de uma cozinha pequena

“Tamanho não é documento” já diz um velho clichê, para que a cozinha alcance 100% do aproveitamento desejado o passo inicial é tirar suas medidas e ir à busca de um profissional competente. Algumas pessoas preferem ir direto a uma loja de planejados com suas ideias, mas lá, focam apenas nos móveis sem dar preferência para o potencial que as cozinhas pequenas podem alcançar. Em alguns casos você precisará de alternativas funcionais como quebrar ou levantar uma parede, e aí, uma loja de planejados não ajuda, buscar por um profissional ou escritório pode ser a alternativa mais interessante para o aprovetamento do seu espaço.

Cozinhas Pequenas 01

Casa Silveira | Projeto Haus

Ao procurar um escritório de arquitetura ou design de interiores os especialistas vão trazer soluções melhores, podendo mudar a dinâmica do espaço, aumentando uma janela, trocando o tipo de porta ou te apresentando até novas opções que você nunca havia pensado como: trocar um fogão convencional por um de mesa acoplado a uma bancada central que dividirá a cozinha, ou pensar em um forno que abre na vertical vindo do alto, entendeu?

Além disso, é interessante combinar a rotina da família com o planejamento das cozinhas pequenas. Como acontece o preparo das refeições, qual o perfil de compras para dimensionar a despensa, quais os acessórios e ferragens para o mobiliário que mais vão auxiliar no dia-a-dia, passando também pelos revestimentos, capacidades de armazenagem, cores e a decoração. Todas essas informações são básicas para o desenvolvimento inicial do projeto de uma cozinha pequena.

Cozinhas Pequenas 03

Fonte: Google Imagens

Conte ao entendido do assunto tudo o que pretende com o ambiente: móveis com muitos nichos e prateleiras, acessórios à mostra pendurados, eletrodomésticos embutidos, espaço para mais de uma pessoa cozinhar, revestimentos fáceis de limpar, neste momento não devem existir segredos, a pessoa contratada será o seu aliado e o melhor amigo durante o processo do projeto.

Algumas dicas funcionais para cozinhas pequenas

Não dá para descrever todos os tipos de projetos de cozinhas pequenas e planejadas com sucesso que a gente conhece muito menos adivinhar o estilo de cada cliente, já abordamos aqui como trabahar o seu estilo na decoração, ele pode auxiliar neste momento também,  mas há dicas comuns que podem servir muito bem ao propósito de todos.

Cozinha Integrada

Tente integrar a cozinha com a sala para ganhar mais espaço, isso ajuda a melhorar também a convivência social. Use coifas para evitar que o cheiro dos alimentos invada a sala, e tenha janelas com bons basculantes para ajudar na ventilação. Caso a parede não possa ser quebrada, procure deixar sempre a pia próxima à janela, essa iluminação facilita na hora de lavar a louça.

Cozinhas pequenas 06

Cozinha Showroom Dimare | Projeto Haus

Móveis em Cozinhas Pequenas

Planeje móveis funcionais que consigam aproveitar o espaço interno para guardar talheres, copos, pratos, panelas e utensílios sem que um invada a área do outro e que facilite encontrá-los quando você precisar deles. Aproveite a parede com prateleiras para guardar potes e outros acessórios que sempre usa, como conchas, espumadeiras, colheres grandes e pegadores. Existem no mercado acessório muito práticos e com design muito interessante para ficarem expostos.

Aproveite o espaço embaixo da pia para guardar material de limpeza como detergente, palha de aço, etc. Evite que os móveis toquem o chão, na hora da limpeza é mais fácil visualizar os cantos e limpar a parte debaixo dos planejados. Ou ainda você pode vedar este espaço entre o móvel e o chão com o mesmo revestimento da bancada, o design permacene limpo e atraente.

Para uma cozinha pequena americana invista em uma bancada com pia e fogão (cooktop) integrados e armários em todo o contorno dela, para o tampo prefira o granito (mais resistente à água e fácil de limpar), aço inox, quartoz ou bancadas feitas apartir de materiais sintetizados em laboratório, como o caso do Corian. Se a cozinha for fechada o balcão é o móvel ideal que pode fazer o papel da bancada, só que no caso, aproveitando uma parede inteira da cozinha. Para as portas e gavetas busque por materiais que sejam de fácil manutenção como o vidro para as portas.

Cozinhas Pequenas 02

Fonte: Google Imagens

Iluminando Cozinhas Pequenas

Se você tiver muitos utensílios para guardar, mas não os usa com frequência a dica é abusar de armários no alto da cozinha, assim não atrapalham o fluxo. Procure embutir ligações elétricas e do gás, pense em um esquema de iluminação que fique próximo ao fogão e a pia, e que também facilite a visualização do interior de armários e gavetas. Lembre que a iluminação deve ser direcionada diretamente acima da bancada de preparos para evistar áreas de sombra durante a utilização da sua cozinha pequena. Uma dica interessante é a utilização de luminárias abaixo dos armários superiores, garantem iluminação e charme ao ambiente.

cozinha pequenas 04

Fonte: Google Imagens

Independente do estilo e das cores que vai escolher para decorar nunca se esqueça de três principais requisitos para um bom projeto de cozinhas pequenas: ventilação, iluminação e funcionalidade. Você pode ainda aproveitar e conferir nosso post sobre as cores ideias para o seu ambiente, e deixe sua cozinha pequena ainda mais charmosa.

Você gostou dessas dicas? Qual delas é mais indicada para o seu caso? Comente abaixo!

Deseja conhecer mais sobre a Haus? Baixe a Nossa Apresentação!

ebook.haus | reforma como viabilizar o processo sem caos

banner

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE